segunda-feira, 14 de julho de 2014

Sobre o Verão

Quando acabam as aulas e começam as férias, eu fico com uma sensação de vazio dentro de mim, como se a minha existência deixasse de fazer sentido. O ritmo que nos é imposto desde Setembro, os testes e sessões de estudo em catadupa, as horas intermináveis sentadas à frente da secretaria e toda a correria e stress dão lugar à paz, ao descanso, ao não ter que fazer viagens semanais, ao ócio, e que bem que isto sabe.

Este ano, contudo, ao contrário do ano passado, decidi que as coisas iam ser diferentes. No ano passado passei o verão inteiro a ressacar do estudo e a descansar o máximo que podia mas, chegada a Setembro, concluí, com muita tristeza, que não fiz nada do que me tinha proposto fazer durante o verão. Queria ter lido mais, visto mais filmes, passeado mais, feito exercício, mas acabei por passar o verão com o rabo alapado na areia ou no sofá, a vegetar e desculpando-me com o facto de que "este ano estudei muito, agora preciso de descansar".

Este ano vai ser diferente. Por isso não tenho actualizado muito isto aqui. Conto com apenas uma semana de férias, mas neste pouco tempo aproveitei para fazer exercício todos os dias, visitei restaurantes na baixa que estavam na lista, fui ao cinema, passei um dia fora da cidade, fui a praia quase todas as manhãs e iniciei a leitura de um livro de Saramago. Pelo caminho voltei desgraçadamente ao meu vício de teenager, jogar Sims (eu sei, vergonha, mas eu tenho um problema), e tenho ficado até às tantas colada ao computador. Não devo, bem sei, até porque já começo a sentir o efeito de ir dormir tarde e acordar cedo para ir à praia. Vou tentar não abusar tanto esta semana.

Cheira-me que este vai ser um verão em grande. Para já, estou entusiasmada. A ver se assim se mantém.

3 comentários: